(O Cinema em Cena precisa de seu apoio para continuar a existir e a produzir conteúdo de forma independente. Para saber como ajudar, basta clicar aqui - só precisamos de alguns minutinhos para explicar. E obrigado desde já pelo clique!)

----------------------------------

Não se passa uma semana sem que eu ouça alguma variação da frase "cinema nacional não presta". É, claro, uma das maiores besteiras que alguém pode dizer, já que o Cinema brasileiro é visto com imenso respeito lá fora - e basta ir a qualquer festival no exterior para perceber isso claramente: só este ano, vi sessões lotadas e elogiadíssimas de longas brasileiros em Berlim (Antes o Tempo Não AcabavaCurumim); Tribeca (Califórnia) e Cannes (AquariusCinema Novo). O problema é que boa parte do público só vai assistir a uma produção local quando tem o selo da Globo Filmes e envolve Leandro Hassum ou outros exemplares daquilo que passou a ser conhecido pejorativamente como "globochanchada". Para piorar, muitos dos nossos melhores trabalhos jamais chegam no circuito comercial (ou chegam em pouquíssimas salas), criando um círculo vicioso: não dá público porque os filmes não são lançados; os filmes não são lançados porque não dão público. (Aliás, fiz uma lista contendo 186 ótimos títulos lançados apenas de 2001 para cá.)

Um exemplo de um belo filme que deveria ter tido uma carreira infinitamente melhor é este Entre Nós. Não vou me repetir, pois já escrevi sobre o longa aqui, mas digo apenas que o incluí em minha lista de melhores daquele ano e gostaria de vê-lo sendo amado como merece.

Clique na imagem abaixo para assistir.

Um grande abraço e bons filmes!

Outras edições da coluna:

Episódio #37: Blue Jay
Episódio #36: Bone Tomahawk
Episódio #35: Man vs. Snake: The Long and Twisted Tale of Nibbler
Episódio #34: Assim na Terra como no Inferno
Episódio #33: Desaparecido - Um Grande Mistério
Episódio #32: Leonera
Episódio #31: Possuída
Episódio #30: Viagem à Lua de Júpiter
Episódio #29: The Witness
Episódio #28: I am the Pretty Little Thing that Lives in the House
Episódio #27: The 13th
Episódio #26: Amanda Knox
Episódio #25: Audrie & Daisy
Episódio #24: A Ponta de um Crime
Episódio #23: Cartel Land
Episódio #22: ARQ
Episódio #21: Sete Homens e um Destino
Episódio #20: Alan Partridge: Alpha Papa
Episódio #19: Stranger Things
Episódio #18: Em Nome de Deus
Episódio #17: The Invitation
Episódio #16: A Mulher Faz o Homem
Episódio #15: Branco Sai Preto Fica
Episódio #14: O Rei da Comédia
Episódio #13: Jesus Camp
Episódio #12: O Barco: Inferno no Mar
Episódio #11: A Fortuna de Ned
Episódio #10: Amy
Episódio #09: In the Loop
Episódio #08: Life Itself
Episódio #07: À Procura de Elly
Episódio #06: O Guarda
Episódio #05: Triângulo do Medo
Episódio #04: Tempo de Despertar
Episódio #03: A Trapaça
Episódio #02: Tyke: Elephant Outlaw
Episódio Piloto: 21 longas para começar.

  • Janete m m rocha em 22/12/2016 às 11:17

    Pablo , sua escrita é de uma suavidade encantadora ! Sempre que leio suas críticas me vem a lembrança Mia Couto , suas frase são intensas ! Parabéns, sempre parabéns!!!

 

Publicidade

Publicidade

Colunista:

Pablo Villaça

Pablo Villaça, 18 de setembro de 1974, é um crítico cinematográfico brasileiro. É editor do site Cinema em Cena, que criou em 1997, o mais antigo site de cinema no Brasil. Trabalha analisando filmes desde 1994 e colaborou em periódicos nacionais como MovieStar, Sci-Fi News, Sci-Fi Cinema, Replicante e SET. Também é professor de Linguagem e Crítica Cinematográficas.

Publicidade

 

Redes Sociais Sobre