Seja bem-vindx!
Acessar - Registrar

Episódio #115: Especial Ditadura Militar Cinema em Streaming

(Cansa ficar buscando filmes para ver online sem conseguir encontrar um que pareça realmente uma boa opção, né? Você até tem intersse em um e outro, mas há sempre aquela sensação de "se eu procurar um pouco mais, acho um melhor". Eu sei, eu sei: gera ansiedade a possibilidade de escolher um filme e acabar concluindo que perdeu duas horas da sua vida. Pois é para impedir isso que essa coluna existe: para garantir que você sempre tenha algo bom para assistir. Espero que seja útil - e, se você achar está sendo, peço apenas que gaste um ou dois minutinhos clicando aqui para que eu possa explicar como você pode garantir que estas dicas continuem sendo publicadas. É rapidinho mesmo. Obrigado pelo clique desde já.)

(Importante: as dicas incluirão plataformas de streaming diferentes para não privilegiar este ou aquele serviço.)

----------------------------------

Não deveria ser motivo de polêmica apontar, em 2020, como a ditadura militar brasileira foi um dos períodos mais sombrios e brutais da nossa História. O que não faltam são registros (em vídeo, áudio, documentos e sangue) da covardia das Forças Armadas do país em seus esforços bem-sucedidos de destruir nossa democracia e punir com sadismo qualquer um que se atrevesse a se opor aos seus atos odiosos. Por outro lado, sejamos sinceros: esta questão só é "controversa" entre aqueles que dividem a mesma falta de compromisso com a democracia que os cúmplices e capangas de Castello Branco, Médici e companhia; nenhum adulto intelectualmente honesto é capaz de negar o horror de um regime que torturou bebês e criançasexecutou um número colossal de jovens e, claro, se mostrou afeito à corrupção.

Assim, na véspera do aniversário de 56 anos de um dos dias mais tenebrosos que o Brasil já viveu - e que foi o começo de um período de pesadelos -, achei que seria importante sugerir alguns filmes que possam mostrar a quem não viveu o período por que jamais devemos esquecer o passado. 

Alguns dos filmes encontram-se disponíveis no YouTube (e, assim, poderão ser vistos nesta página mesmo); outros, em serviços de streaming. E são todos muito bons, relevantes e merecem ser divulgados e conhecidos. 

1) Jango (1984) - Dirigido por Silvio Tendler, um de nossos melhores documentaristas, o filme reconta a trajetória de João Goulart e por que este era visto com tanto pavor pelas elites econômicas e pelos militares (spoiler: tentou desenvolver políticas sociais). Na época de seu lançamento, quando já vivíamos um processo de abertura democrática rumo ao primeiro presidente civil desde 1964, o documentário foi um sucesso de público impressionante, atraindo mais de 500 mil pessoas às salas de cinema.

 

2) Batismo de Sangue - Realizado pelo mineiro Helvécio Ratton, ele mesmo um ex-combatente à ditadura (e protagonista do meu primeiro livro, O Cinema Além das Montanhas), o filme conta a história real do envolvimento dos freis dominicanos na luta contra os militares, concentrando-se especialmente na trágica figura de Frei Tito (Caio Blat), que, ao lado dos freis Betto (Daniel de Oliveira), Fernando (Léo Quintão) e Ivo (Odilon Esteves), ajudava a intermediar os encontros com Marighella (Marku Ribas). O longa leva o espectador até os porões da ditadura e revela, sem suavizar, a desumanidade do delegado Fleury (Cássio Gabus Mendes) e seus colegas torturadores.

 

3) O Dia que Durou 21 Anos - Filho de Flávio Tavares, que combateu a ditadura e foi um dos presos trocados pelo embaixador norte-americano na famosa ação retratada em O Que É Isso, Companheiro? (em parte prejudicado pelas fantasias egocêntricas de Fernando Gabeira), o diretor Camilo Tavares faz uma investigação dos documentos disponibilizados pelo Congresso dos Estados Unidos e que revelam, em detalhes, o envolvimento do governo de Kennedy e, depois da morte deste, de Lyndon Johnson, com os militares brasileiros em seus propósitos golpistas. Trata-se de um relato enlouquecedor.

 

4) Deslembro - Em um momento no qual resgatar nossa memória é algo fundamental diante das constantes tentativas de reescrever a História por parte de grupos que fetichizam a morte e a ditadura, este sensível filme de Flávia Castro realiza este trabalho através da jovem Joana (Jeanne Boudier), que, criada na França (onde a mãe se exilou), é obrigada a retornar ao Brasil depois da anistia, descobrindo aos poucos a história de seus pais, que enfrentaram os golpistas, e do próprio país. Eu escrevi sobre o filme e a crítica pode ser lida aqui. Para assistir, é só clicar na imagem abaixo para ir ao TelecinePlay.

 

5) Verdade 12.528 - Viabilizado através de financiamento coletivo, este documentário de Paula Sacchetta e Peu Robles se inspirou no trabalho da Comissão da Verdade (o número é uma referência à Lei que a criou) para resgatar histórias de torturados, mortos e desaparecidos durante a ditadura militar, entrevistando pessoas que lutaram contra os militares, mas conversando também com os parentes daqueles que não sobreviveram às barbaridades dos golpistas. Clique na imagem abaixo para assistir no Libreflix.

 

6) Pra Frente, Brasil - Uma das coisas que os defensores da ditadura costumam esquecer é que esta não retribui afetos e está sempre pronta para devorar até mesmo aqueles que a apoiam. Isto é algo que o cineasta Roberto Farias enfocou em seu brilhante filme de 1982, que conta como um cidadão de classe média comum, sem qualquer ligação com a luta contra os militares, acaba sendo preso e submetido às torturas características do regime enquanto seu paradeiro é investigado por amigos e parentes. Contando com um elenco excelente que inclui Reginaldo Farias, Antônio Fagundes, Natália do Valle, Cláudio Marzo e Ivan Cândido, esta é uma obra obrigatória sobre o período.

 

7) Soldados do Araguaia - Muito se fala sobre os "guerrilheiros do Araguaia", figuras perigosíssimas que estavam prestes a tomar o Brasil de assalto para derrubar a ditadura com violência, mas a verdade é que os tais "guerrilheiros" consistiam de pouco mais de 80 estudantes universitários e profissionais liberais sem qualquer experiência em combate e que foram dizimados pelos militares (a maioria se tornou "desaparecido político"). No entanto, o documentário de Belisario Franca adota um ponto de vista incomum e ainda mais revelador ao se concentrar nos soldados enviados para combater os jovens no Araguaia. Despreparados e vistos como figuras descartáveis por seus superiores, eles enfrentaram torturas e testemunharam (e fizeram parte de) atos horríveis que décadas depois seguiram atormentando-os - e mesmo que eu tenha alguns problemas com as escolhas narrativas do cineasta, não posso negar a importância dos depoimentos que aqui reúne. Clique na imagem abaixo para assistir no PrimeVideo:

 

8) Que Bom Te Ver Viva - A cineasta Lúcia Murat conheceu bem os porões da ditadura, já que foi uma de suas vítimas - algo que, de um modo ou de outro, moldou boa parte de sua brilhante carreira. Neste seu longa de estreia, ela faz justamente o importante trabalho de resgatar algumas das experiências de mulheres que participaram da luta contra os militares e foram por estes torturadas, combinando os relatos de figuras reais com passagens protagonizadas pela atriz Irene Ravache, que serve de âncora estrutural ao longa (elas fariam uma espécie de "continuação espiritual" deste filme mais de 20 anos depois, com o maravilhoso A Memória que me Contam (minha crítica está aqui), que, infelizmente, não encontrei em lugar algum para compartilhar). Clique na imagem abaixo para assistir no Looke:

 

9) Cidadão Boilesen - O envolvimento da elite econômica brasileira - os amantes e representantes do "mercado" - com o fascismo não é um fenômeno moderno, embora siga chocante. Décadas antes de empresários oferecerem seu apoio a Bolsonaro, figuras similares apoiaram entusiasmadamente a ditadura militar, chegando a financiar várias de suas ações ou a oferecer apoio logístico a estas. Um destes infelizes foi o presidente da Ultragaz (sim, esta que existe até hoje), Henning Boilesen, que não apenas deu dinheiro aos militares para que combatessem os que enfrentavam a ditadura como aparentemente fez questão de assistir a algumas sessões de tortura. Dirigido por Chaim Litewski, o documentário revela ainda o envolvimento de outros empresários brasileiros nestas ações e é uma janela para entendermos o que muitos dos atuais apoiadores de Jair Bolsonaro provavelmente se mostrariam dispostos a fazer. Não tenha dúvidas quanto a isso. 

 

10) Cabra Marcado para Morrer - Para mim, o melhor filme brasileiro de todos os tempos - e dirigido, não à toa, pelo melhor documentarista que o Cinema já produziu -, Cabra Marcado para Morrer é uma obra-prima que resultou em medidas iguais do acaso e do planejamento. Iniciando sua produção em 1964,  o mestre Eduardo Coutinho planejava contar a história do líder camponês João Pedro Teixeira, que havia sido assassinado pouco antes, e para isto escalou a própria família do sujeito e seus companheiros de luta para que vivessem versões semificcionalizadas de si mesmos no filme. Porém, durante as filmagens ocorreu o golpe militar e, depois de esconder as latas com o material já rodado, Coutinho voltaria ao projeto cerca de duas décadas depois, quando, então, mudou o enfoque do projeto para revisitar a viúva de João Pedro, a fantástica Elizabeth Teixeira, e o povo combativo de Galiléia e Sapé, criando uma narrativa moderna, ambiciosa e profundamente humana. 

 

Um grande abraço e bons filmes!

Outras edições da coluna:

Episódio #114: O Beijo da Mulher-Aranha
Episódio #113: Os Renegados 
Episódio #112: Os Suspeitos (2013)
Episódio #111: Forasteiros em Nova York
Episódio #110: O Projeto Flórida
Episódio #109: O Som ao Redor
Episódio #108: Vou Rifar Meu Coração
Episódio #107: O Salário do Medo
Episódio #106: Histórias que Só Existem Quando Lembradas
Episódio #105: O Relatório
Episódio #104: O Pão Nosso
Episódio #103: Desejo e Reparação
Episódio #102: O Melhor do Cinerama
Episódio #101: O Homem-Mosca
Episódio #100: Batismo de Sangue
Episódio #99: Um Lobisomem Americano em Londres
Episódio #98: Um Estranho no Ninho
Episódio #97: Bingo - O Rei das Manhãs
Episódio #96: O Sétimo Selo
Episódio #95: Paterson
Episódio #94: Aniquilação
Episódio #93: Swagger
Episódio #92: Bernie
Episódio #91: Especial de Carnaval (com 10 filmes)
Episódio #90: Unrest
Episódio #89: A Colina Escarlate
Episódio #88: Complicações do Amor
Episódio #87: Saneamento Básico, o Filme
Episódio #86: Wormwood
Episódio #85: Voyeur
Episódio #84: A Babá
Episódio #83: Jim & Andy
Episódio #82: O Sol é para Todos
Episódio #81: Filth
Episódio #80: Trocando as Bolas
Episódio #79: 1922
Episódio #78: Viagem Maldita
Episódio #77: Long Shot
Episódio #76: Raw
Episódio #75: Elefante Branco
Episódio #74: Corrente do Mal
Episódio #73: O Homem Mais Procurado
Episódio #72: Shadow of Truth
Episódio #71: Na Mira do Chefe
Episódio #70: Invasão Zumbi
Episódio #69: The Keepers
Episódio #68: Betting on Zero
Episódio #67: Casting JonBenet 
Episódio #66: Maria Bamford: Old Baby
Episódio #65: Tower
Episódio #64: Sob a Pele
Episódio #63: Decisão de Risco
Episódio #62: O Roubo da Taça
Episódio #61: Trainspotting
Episódio #60: Amantes Eternos
Episódio #59: The Wrecking Crew
Episódio #58: Um Espírito Baixou em Mim
Episódio #57: O Pescador de Ilusões
Episódio #56: O Predestinado
Episódio #55: White Helmets
Episódio #54: O Silêncio do Céu
Episódio #53: Where to Invade Next
Episódio #52: O Mestre dos Gênios
Episódio #51: Amor a Toda Prova
Episódio #50: A trilogia O Poderoso Chefão
Episódio #49: Sob a Sombra
Episódio #48: A Máquina
Episódio #47: O Plano Perfeito
Episódio #46: Harry & Sally - Feitos um para o Outro
Episódio #45: Roxanne
Episódio #44: Psycho Raman
Episódio #43: Transfatty Lives
Episódio #42: Um Cadáver para Sobreviver
Episódio #41: Sing Street
Episódio #40: As Duas Faces de um Crime
Episódio #39: Kung-Fusão
Episódio #38: Entre Nós
Episódio #37: Blue Jay
Episódio #36: Bone Tomahawk
Episódio #35: Man vs. Snake: The Long and Twisted Tale of Nibbler
Episódio #34: Assim na Terra como no Inferno
Episódio #33: Desaparecido - Um Grande Mistério
Episódio #32: Leonera
Episódio #31: Possuída
Episódio #30: Viagem à Lua de Júpiter
Episódio #29: The Witness
Episódio #28: I am the Pretty Little Thing that Lives in the House
Episódio #27: The 13th
Episódio #26: Amanda Knox
Episódio #25: Audrie & Daisy
Episódio #24: A Ponta de um Crime
Episódio #23: Cartel Land
Episódio #22: ARQ
Episódio #21: Sete Homens e um Destino
Episódio #20: Alan Partridge: Alpha Papa
Episódio #19: Stranger Things
Episódio #18: Em Nome de Deus
Episódio #17: The Invitation
Episódio #16: A Mulher Faz o Homem
Episódio #15: Branco Sai Preto Fica
Episódio #14: O Rei da Comédia
Episódio #13: Jesus Camp
Episódio #12: O Barco: Inferno no Mar
Episódio #11: A Fortuna de Ned
Episódio #10: Amy
Episódio #09: In the Loop
Episódio #08: Life Itself
Episódio #07: À Procura de Elly
Episódio #06: O Guarda
Episódio #05: Triângulo do Medo
Episódio #04: Tempo de Despertar
Episódio #03: A Trapaça
Episódio #02: Tyke: Elephant Outlaw
Episódio Piloto: 21 longas para começar.

Sobre o autor:

Pablo Villaça, 18 de setembro de 1974, é um crítico cinematográfico brasileiro. É editor do site Cinema em Cena, que criou em 1997, o mais antigo site de cinema no Brasil. Trabalha analisando filmes desde 1994 e colaborou em periódicos nacionais como MovieStar, Sci-Fi News, Sci-Fi Cinema, Replicante e SET. Também é professor de Linguagem e Crítica Cinematográficas.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Você também pode gostar de...

Cinema em Streaming
Episódio #05: Triângulo do Medo (2009)
Cinema em Streaming
Episódio Piloto
Cinema em Streaming
Episódio #48: A Máquina (2006)